Igrejas e cemitérios de Edimburgo

Igrejas e cemitérios de Edimburgo

Em Edimburgo há muitos edifícios religiosos e cemitérios que merecem uma visita. Apresentamos nesta seção os mais interessantes.

Igrejas

Igreja de Canongate

A modesta Igreja de Canongate (Canongate Kirk) foi construída em 1688 para abrigar os fiéis que foram expulsos da Abadia de Holyrood.

O interior oferece um lugar dedicado ao culto baseado na simplicidade da decoração. Sem estátuas ou quadros, o destaque passa a ser os bancos pintados de azul claro e colocados sobre um grande tapete vermelho escuro. As paredes são mantidas impecáveis e as janelas projetam uma grande quantidade de luz no interior, já que não há vitrais.

A Igreja de Canongate é a preferida dos membros da Família Real que, quando está em Edimburgo, ocupa os assentos da primeira fila reservados para eles.

Capela de Santa Margarita

A pequena Capela de Santa Margarita, situada no Castelo de Edimburgo, foi construída em memória à mãe de David I e se trata do edifício mais antigo da cidade

Tron Kirk

A antiga igreja presbiteriana Tron Kirk, construída no século XVII, foi usada como igreja desde 1648 até 1952. Seu nome “Tron” se deve ao fato de que a igreja se encontrava perto da balança pública da cidade, em plena Royal Mile.

Em 1824, um grande incêndio destruiu o campanário, mas ele foi reconstruído com tal precisão que quase não se nota a diferença de idade de 200 anos com o resto do edifício.

Depois do seu fechamento, a igreja funcionou como centro de informação turística durante um breve período de tempo e atualmente abriga uma feira conhecida como “Victorian Market”.

Igreja Tolbooth

A Igreja Tolbooth (Tolbooth Kirk), construída entre 1842 e 1844 com um estilo gótico, possui uma agulha octogonal de 74 metros, o que faz dela o edifício mais alto de Edimburgo.

Embora Tolbooth não funcione como igreja desde 1979, em 1999 abriu de novo suas portas como "The Hub", o centro de informação e venda de ingressos do Festival de Edimburgo.

Igreja de Greyfriars

A Igreja de Greyfriars (Greyfriars Kirk), situada ao sul de Grassmarket, é um dos edifícios mais antigos da cidade, construído entre 1602 e 1620.

A igreja, também conhecida como “a prisão de Greyfriars” conta com uma turbulenta história na qual, em 1679, cerca de 1.200 “Covenanter” (membros de um movimento religioso presbiteriano) foram presos na igreja à espera do juízo.

A paróquia de Greyfriars permaneceu dividida em duas congregações até 1929, momento em que se uniram e o edifício da igreja foi restaurado. Hoje em dia é uma das poucas igrejas que continua fazendo seus ritos em inglês e em gaélico.

Cemitérios

Greyfriars Kirkyard

Apesar de que o cemitério que rodeia a Igreja de Greyfriars seja o lugar de descanso de diversas personalidades, ele é conhecido principalmente por ser o lugar onde está enterrado Bobby, o cachorro que permaneceu 14 anos ao lado do túmulo do seu dono.

Outro dos personagens famosos do Cemitério Greyfriars é o espírito do advogado George Mackenzie, conhecido como “o sanguinário”, que não descansa em paz e se dedica a incomodar os visitantes.

Cemitério de Canongate

O Cemitério de Canongate (Canongate Churchyard) é conhecido por ser o lugar de descanso de alguns personagens ilustres, como Adam Smith, o pai do Capitalismo. Sua tumba está perto da entrada do cemitério, em uma parede à esquerda da igreja.

Old Calton Cemetery

O antigo Cemitério de Calton, situado aos pés de Calton Hill, é o lugar de descanso de várias personalidades importantes, entre as que se destaca o filósofo David Hume.

Inaugurado em 1718, o cemitério teve que ser modificado em 1819 depois da construção da estrada Waterloo Place, que o dividiu em duas seções.

Além do memorial neoclássico de David Hume, também destacamos um grande obelisco negro construído em homenagem aos falecidos por suas crenças políticas, e uma grande estátua de Abraham Lincoln que honra todos os escoceses que morreram na Guerra Civil Americana.

Dean Cemetery

O Cemitério de Dean, inaugurado em 1846, pertence à bela aldeia Dean Village e é um dos cemitérios mais bonitos da cidade. Se não fosse pelas tumbas, poderia passar por parque, já que tem uma grama bem cuidada e está cheio de árvores.